Michael Jordan: The King

Miguel Pereira

Considerado unanimemente como o melhor basquetebolista de todos os tempos. Cinco após se retirar de vez das arenas norte-americanas, continua a ser a cara da NBA e um exemplo que todos querem seguir.

Nascido em Brooklyn, no estado de Nova Iorque. Com 18 anos, após figurar no McDonald’s All-American Team, ganhou uma bolsa para praticar basquetebol na Universidade de Norte Carolina. Após ter ganho ter-se destacado no Campeonato das Universidades, foi seleccionado em 1984 para a equipa dos Chicago Bulls.

No estado de Illinois construiu uma carreira lendária, repleta de sucessos, de triunfos. Anunciou que se retiraria das arenas em 1993 e surpreendeu toda a gente quando assinou pelo Chicago White Sox, uma equipa da divisão menor de basebal americano. A paixão pela NBA, contudo, não se desmoronou e voltou ao “seu” Chicago Bulls em 1995.

A 14 de Junho de 1998, Jordan faz o seu último jogo pelos Bulls, o que muitos pensariam que seria o seu último jogo na NBA. A verdade é que o “The King” voltou a espantar quando anunciou, a 25 de Setembro de 2001, que voltaria a NBA, mas desta feita para representar os Washington Wizards. Esta decisão muito se deveu a uma questão de solidariedade, pois Jordan doou o seu salário às vítimas dos atentados de 11 de Setembro.

Esta semana fez cinco anos que “Air Jordan” fez o último jogo com a camisola do Washington Wizards e, consequentemente, o seu último jogo na NBA. Embora para os críticos a despedida tivesse acontecido há dez anos, quando Jordan fez o seu último jogo com a camisola dos Bulls.

Nos tempos que correm, o melhor jogador de basquetebol de todos os tempos é um dirigente discreto nos Charlotte Bobcats, equipa que foi ingressou na liga americana em 2004. É um jogador assíduo de golfe e continua a dar a cara a muitos anúncios publicitários. Ainda hoje é figura mais carismática da NBA e a sua influência na competição continua intacta. No último mês, a loja oficial da NBA comemorou o seu décimo aniversário e anunciou as camisolas que foram mais vendidas ao longo da última década. No topo da lista estava, é claro, Michal Jordan.

Anúncios

Etiquetas:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: