Archive for the ‘4ªedição’ Category

Falemos então de desporto: O que interessa é a vitória!

Outubro 22, 2007

Na passada quarta-feira, o Rádio Clube Português deslocou-se à Escola Superior de Comunicação Social, de onde a estação relatou o jogo da equipa de todos nós frente ao Cazaquistão.

Às 15 horas, em ponto, começou o jogo em Almaty, e atrás dos microfones, no auditório da ESCS, estava nada mais, nada menos, de que Fernando Correia, uma das vozes mais conhecidas da rádio portuguesa e um dos grandes artistas dessa arte que é o relato futebolístico.

Pelo meio, um jovem estudante de jornalismo dava o ar da sua graça, ao experimentar uma das mais difíceis tarefas do mundo radiofónico. E, para uma primeira vez, até não esteve mal!

Ao intervalo foi o momento em que me juntei aos meus colegas no auditório – pois durante a primeira parte estive retido na sala de aula devido a apresentação de um trabalho. Nessa altura lancei um palpite: “Vamos vencer por 2-0, golos do Makukula e Cristiana Ronaldo”. Nunca imaginei que a minha prece fosse atendida, e que os jogadores a quem tinha apostado iriam marcar os golos da Selecção Nacional.

Numa altura em que já ia a correr para uma banca, de modo a apostar no Euromilhões, o Cazaquistão reduzia para 2-1, o que me fez desistir de gastar dois euros para provavelmente não ganhar nada.

No final, os alunos da ESCS ali presentes estavam efusivos; muitos foram bajular o repórter do Rádio Clube Português para uma entrevista. Todos disseram que “isto foi muito bonito e que o colega que se iniciou na arte do relato esteve muito bem”, etc. e tal.

Eu fiquei ali a assistir, confesso que com alguma inveja daqueles que tiveram os seus primeiros cinco minutos de fama. Mas também digo que se por acaso o repórter me dirigisse o microfone, as minhas palavras seriam estas: “Isto tudo foi muito bonito, mas o importante foi a vitória de Portugal. O resto é conversa!”

Miguel Pereira
Editor de Desporto

Anúncios

Deco cinco semanas fora de campo

Outubro 22, 2007

Miguel Pereira

O internacional português Deco sofreu uma lesão na deslocação do Barcelona a Vilarreal (vitória dos da casa por 2-1), que o obrigará a parar durante cinco semanas. O luso-brasileiro foi submetido a uma radiografia, que confirmou a rotura no adutor da perna esquerda.

deco1.jpg

Se se confirmar os prognósticos, o “mágico” falhará assim os dois últimos jogos da Selecção Nacional, ante a Arménia e a Finlândia, a 17 e 21 de Novembro, respectivamente.

Fonte: A Bola
Foto: Arquivo Online

Quaresma é a surpresa entre os portugueses nomeados

Outubro 22, 2007

Miguel Pereira

O jogador do F.C. Porto, Ricardo Quaresma, está nomeado, juntamente com Deco e Cristiano Ronaldo, pela Revista France Football para receber a Bola de Ouro, prestigiado prémio que será divulgado a 2 de Dezembro.

oporto_quaresma.jpg

Os três internacionais portugueses estão então na corrida para suceder ao italiano Fábio Canavarro, que arrecadou o prémio no ano passado e volta a estar entre os 50 eleitos.

Refira-se que a France Football decidiu a alargar a lista de nomeados a todos os países, não sendo portanto de estranhar as presenças, por exemplo, do iraniano Younis Mahmoud e do mexicano Guilhermo Ochoa.

Eis a lista completa dos nomeados:

Itália (8): Gianluigi Buffon (Juventus), Fábio Cannavaro (Real Madrid), Gennaro Gatuso (AC Milan), Filippo Inzaghi (AC Milan), Paolo Maldini (AC Milan), Andrea Pirlo (AC Milan), Luca Toni (Bayern Munique) e Francesco Totti (Roma);

Brasil (6): Daniel Alves (Sevilha, Esp), Rogério Ceni (São Paulo), Diego (Werder Bremen, Ale), Kaká (AC Milan), Robinho (Real Madrid, Esp), Ronaldinho (Barcelona, Esp);

Espanha (5): Iker Casillas (Real Madrid), Francesc Fabregas (Arsenal, Ing), Raul (Real Madrid), Fernando Torres (Liverpool, Ing) e David Villa (Valência);

França (4): Eric Abidal (Barcelona, Esp), Thierry Henry (Barcelona, Esp), Florent Malouda (Chelsea, Ing) e Frank Ribéry (Bayern, Ale);

Inglaterra (4): David Beckam (LA Galaxy, EUA), Steven Gerrard (Liverpool), Wayne Rooney (Manchester United) e Paul Scholes (Manchester United);

Argentina (3): Lionel Messi (Barcelona, Esp), Riquelme (Villarreal, Esp) e Carlos Téves (Manchester United, Ing);

Holanda (3): Clarence Seedorf (AC Milan, Ita), Ruud van Nistelroy (Real Madrid, Esp) e Robin van Persie (Arsenal, Ing) ;

PORTUGAL (3): Cristiano Ronaldo (Manchester United, Ing), Deco (Barcelona, Esp) e Ricardo Quaresma (FC Porto);

Recorde-se que Figo (2000) e Eusébio (1965) foram os únicos que já arrecadaram este troféu.

Fonte: A Bola

Questão dos apoios públicos resolvida esta semana

Outubro 22, 2007

paralimpicos.jpg

Miguel Pereira

Foi lançada por parte da Associação dos Atletas Portadores de Deficiência (AAPD) uma ameaça de boicote aos jogos Paralímpicos de Pequim, em 2008, caso o atraso nos apoios públicos não seja resolvido rapidamente.

“Se a questão dos apoios públicos não for resolvida num prazo de uma semana ou 15 dias, vamos tomar formas de luta mais activas, através de uma vigília ou um boicote aos Jogos Paralímpicos”, referiu Odete Fiúza, directora da AAPD à Agência Lusa. A directora da AAPD sublinhou ainda que a associação não recebe nenhum apoio desde Outubro do ano passado e que estes subsídios são essenciais na preparação dos atletas para a competição em Pequim.

Mais tarde, como resposta, fonte do Instituto do Desporto de Portugal garantia à Lusa que na próxima semana será assinado um contrato-programa de 200 mil euros para resolver o problema.

Fonte: O Jogo

Rui Gonçalves na KTM

Outubro 22, 2007

rui-goncalves.jpg

Miguel Pereira

Com apenas 22 anos, o português Rui Gonçalves vai ser piloto oficial da KTM no Mundial de motocrosse, disputando a classe MX2 em 2008. O piloto da Vidago, que será operado esta semana, para tirar uma placa de platina do braço esquerdo e parafusos da clavícula direita, foi recrutado pela KTM Red Bul, gerida pelo antigo campeão do mundial Stefan Everts, que em Abril havia referido que o piloto português despertava interesse junto da marca austríaca.

Apesar de ter sido vítima de várias lesões desde o início da época, o piloto português subiu de produção nas últimas quatro provas do campeonato subiu ao pódio, algo inédito no motrocosse português.

Fonte: O Jogo
Foto: Site Oficial de Rui Gonçalves

Sul-africanos campeões do Mundo doze anos depois

Outubro 22, 2007

rugby.jpg

Miguel Pereira

Doze anos depois a África do Sul voltou a sagrar-se vencedora a Taça Webb Elis, num jogo de Râguebi extremamente competitivo, mas pouco agradável de se assistir.

Começaram melhor os ingleses, inicialmente mais empenhados em chegar à vantagem, que, no entanto, foram incapazes de desestabilizar o bem organizado bloco defensivo sul-africano.

O jogo acabou por ser decidido por pontapés, desta feita de penalidades. O 9-3, ao intervalo, favorável aos sul-africanos, deixava tudo em aberto para a etapa complementar.

No primeiro minuto do segundo tempo, uma arrancada de Mathew Twain quase permitiam que o ponta Mark Cuetto fizesse o primeiro ensaio. O árbitro acabou por ser traído pelas imagens televisivas, que viu e reviu, e a reviravolta não aconteceu, sendo que o resultado final acabou por ser 15-6, favorável aos sul-africanos.

A África do Sul é a nova selecção campeã do mundo de Râguebi e com toda a justiça, refira-se.

Recorde-se que no jogo de atribuição de terceiro e quarto lugar, a Argentina acabou por conquistar o último lugar do pódio, com uma vitória sobre a selecção anfitriã, a França, por 34-10.

Fonte: O Jogo
Foto: Infordesporto

Porto salva honra lusa

Outubro 22, 2007

hoquei-em-patins.jpg

Miguel Pereira

Tiveram sortes diferentes as equipas portuguesas presentes na primeira jornada da Liga Europeia, de Hóquei em Patins. O Porto esmagou, a bem esmagar, os ingleses do Herne Bay United, por 20-1, o Óquei de Barcelos foi goleado em casa por 6-1 pelo Noia e o Candelária perdeu em Igualada por 8-3.

Os pupilos de Franklin Pais mostraram à equipa vinda de terras de sua majestade como jogar bom Hóquei. Os ingleses ainda deram um ar da sua graça quando reduziram para 4-1, mas estava visto que a tarde era azul e branca, com Caio, que marcou cinco dos golos 20 golos portistas, a fechar a contagem.

Em Barcelos, o cantar do galo foi triste. O Óquei de Barcelos ainda tentou contrariar o poderio do adversário, quando empatou o jogo a uma bola, porém os espanhois do Noia eram claramente superiores e acabaram por vencer por 6-1.

Os açorianos do Candelária ainda chegaram assustar o poderoso Igualada, mas, apesar da boa prestação, a equipa lusa não conseguiu evitar a derrota por ser de 8-3.

Fonte: O Jogo
Foto: Site Oficial do FC Porto

Multa de Scolari cria fundo

Outubro 22, 2007

Miguel Pereira

A Federação Portuguesa de Portugal (FPF) decidiu a aplicar uma multa de 35 mil euros a Luiz Felipe Scolari pelos acidentes ocorridos no passado dia 12 de Setembro, no Estádio de Alvalade, com o jogador sérvio Dragutinovic.

est_global7.jpg

Gilberto Madaíl anunciou na passada sexta-feira a decisão, bem como que esse mesmo dinheiro vai ser aplicado na criação de um fundo “de Fair Play” destinado a financiar acções de formação para vários públicos-alvo e promover campanhas na comunicação social. Será também criado um prémio anual de Fair-Play atribuído aos agentes desportivos que se notabilizem na correcção de comportamentos.

O Presidente da FPF fez ainda questão de salientar que o episódio Scolari em nada se pode comparar com o caso Zequinha, atleta que retirou o cartão ao árbitro no último Mundial de Sub-20, no Canadá: “Temos de tratar iguais como iguais e diferentes como diferentes e o caso do Zequinha é completamente diferente. Houve apenas uma recomendação [de não convocação do atleta por um ano], tal como aconteceu com o Mano, que até já está na Selecção”, referiu Madail.

Refira-se que a multa que FPF aplicou ao Seleccionador Nacional é cerca do triplo daquela que a Uefa aplicou ao mesmo – 12 mil euros, mais quatro jogos de suspensão.

Fonte: O Jogo
Foto: Federação Portuguesa de Futebol

Drogba deseja sair do Chelsea

Outubro 22, 2007

didier_drogba.jpg

Miguel Pereira

Didier Drogba, em entrevista que será brevemente publicada na revista France Football, revelou aquilo que já sabia desde da saída de José Mourinho de Londres: o costa-marfinense deseja abandonar o Chelsea, o mais depressa possível.

“Quero sair do Chelsea. Cheguei a uma fase em que sinto que já não tenho mais nada a provar aqui”, foram estas palavras de ordem, que revelam o desejo de Didier Drogba em abandonar Inglaterra.

O avançado da Costa do Marfim mostra-se firme ao dizer que gostava de mudar de ares, de preferência para o campeonato italiano ou para a liga espanhola. “O meu sono é ganhar a Séria A, a Taça de Itália, ou a Liga Espanhola e Taça do Rei”.

Além da falta de motivação, o jogador assume que a saída de José Mourinho precipitou esta sua tomada de posição.”Os danos no balneário foram enormes, porque já sabemos o que causou a sua saída”.

Um clube onde possa “voltar a jogar com o coração” é o que deseja o avançado costa-marfinense, embora revele que O Milan, o Inter, o Real Madrid e o Barcelona, são os os clubes que mais se enquadram no seu perfil.

Fonte: A Bola

Portugal recebe importante etapa de Golfe

Outubro 21, 2007

logo_portugalmasters.jpg

Cláudia Bragança

Apesar de não ser decisiva, será uma semana importantíssima para a atribuição da Ordem de Mérito Europeia (OME), do “Ranking” Mundial e da afirmação do Portugal Masters, que se realiza pela primeira vez este ano, como um dos eventos mais importantes do calendário do European Tour.

Naturalmente os seis participantes portugueses irão concentrar em si as maiores atenções e o maior apoio por parte dos portugueses, uma vez que jogam em casa, mas os ingleses Justin Rose e Lee Westwood, o sul-africano Retief Goosen e o argentino Andres Romero irão concentrar atenções do mundo inteiro por serem os candidatos com maiores ambições.

Tentando beneficiar da ausência do irlandês Padraig Harrington, que se encontra a disputar o PGA Grand Slam nos Barbados, Justin Rose irá atacar, em Vilamoura, o topo da OME, antes do decisivo torneio de encerramento da temporada, o Volvo Masters.

Os seis participantes portugueses serão Filipe Lima, Ricardo Santos, Tiago Cruz, António Sobrinho, Pedro Figueiredo e João Carlota.

Contanto que o factor casa seja mais um ponto a seu favor, os golfistas portugueses estão confiantes em conseguir uma boa participação nesta prova.

Filipe Lima é naturalmente aquele que mais se destaca já que é o jogador mais conhecido nacional e internacionalmente. Uma carreira recheada de boas prestações confere ao golfista português muita confiança na prestação a ter em Vilamoura.

No entanto, se por um lado Filipe Lima tem a vantagem de estar já habituado à experiência com a elite europeia, Ricardo Santos, Tiago Cruz e António Sobrinho, este último que se sagrou campeão nacional pela décima vez há pouco mais de um mês, são jogadores que já disputaram várias provas naquele recinto o que lhes confere um maior conhecimento do terreno de jogo.

Pedro Figueiredo e João Carlota são os únicos representantes portugueses amadores, mas juntamente com os profissionais e tal como eles, parecem apresentar condições para fazer uma prestação que possa surpreender os aficionados do golfe.

Fonte: O Jogo
Foto: Federação Portuguesa de Golfe

Miguel Maia é a principal novidade nos pré-convocados

Outubro 21, 2007

por_slk_11.gif

Cláudia Bragança

Jorge Schmidt já definiu a lista de pré-convocados para a poule de pré-apuramento para os Jogos Olímpicos 2008, a realizar em Portugal.

A principal novidade na pré-convocatória chama-se Miguel Maia, que aos 36 anos ainda se encontra em condições de dar o seu importante contributo à Selecção Nacional. Aliás, o jogador diz que sempre se mostrou pronto para representar a equipa portuguesa e que só não o fez mais vezes no passado devido à incompatibilidade com o voleibol de praia. Agora que esse problema não se coloca a convocatória surge com a maior naturalidade, do ponto de vista do distribuidor espinhense.

Entre os 22 jogadores pré-seleccionados, oito pertencem ao plantel do Vitória de Guimarães, sendo naturalmente o clube minhoto o mais representado. Com dois atletas cada, o Sporting de Espinho, o Benfica, o Vilacondense e o Fonte Bastardo são os clubes seguintes com mais nomes nesta lista. O Leixões, o Marítimo, o Noliko Maaseik (Bélgica), o VFB Friedrichshafen (Alemanha) e o Generali Haching (Itália) são os restantes clubes com representantes na lista de pré-convocados da Selecção Nacional.

O seleccionador português, Jorge Schmidt, apresenta-se confiante e, apesar de reconhecer o grande valor dos adversários, admite que a sua equipa é a candidata número um a vencer a poule de pré-apuramento para os Jogos Olímpicos de Pequim.

O grupo de Portugal é constituído pela França, Alemanha, República Checa, Suécia e Eslováquia sendo que destes seis, apenas um terá acesso à fase de apuramento para os Jogos Olímpicos. Esta poule de pré-qualificação olímpica realizar-se-á entre 28 de Novembro e 2 de Dezembro, em Évora.

Do grupo de 22 pré-convocados sairá um outro grupo de apenas 12 jogadores que irão defender as cores de Portugal neste torneio. Fazem então parte então desta pré-convocatória os seguintes nomes:

1. André Lopes Posição: Zona 4 Clube: SL Benfica
2. Flávio Cruz Posição: Zona 4 Clube: Vitória de Guimarães
3. Eurico Peixoto Posição: Zona 4 Clube: Vitória de Guimarães
4. Frederico Lages Posição: Oposto Clube: Vitória de Guimarães
5. Nélson Brízida Posição: Zona 4 Clube: Vitória de Guimarães
6. Ricardo Lima Posição: Zona 4 Clube: Leixões
7. Éden Sequeira Posição: Central Clube: Sem clube
8. João José Central Posição: Central Clube: VFB Friedrichshafen
9. João Malveiro Posição: Central Clube: Vilacondense
10. Rui Santos Posição: Central Clube: Fonte Bastardo
11. Valdir Sequeira Posição: Oposto Clube: Generali Haching
12. Nuno Pinheiro Posição: Distribuidor Clube: Noliko Maaseik
13. Pedro Sousa Posição: Distribuidor Clube: Vitória de Guimarães
14. Pedro Azenha Posição: Distribuidor Clube: Vitória de Guimarães
15. Bruno Gonçalves Posição: Distribuidor Clube: Fonte Bastardo
16. Hugo Gaspar Posição: Oposto Clube: Vitória de Guimarães
17. Marco Ferreira Posição: Oposto Clube: Marítimo
18. Fábio Milhazes Posição: Oposto Clube: Vilacondense
19. Hugo Ribeiro Posição: Libero Clube: Sporting de Espinho
20. Carlos Teixeira Posição: Libero Clube: SL Benfica
21. Filipe Cruz Posição: Libero Clube: Vitória de Guimarães
22. Miguel Maia Posição: Distribuidor Clube: Sporting de Espinho

Fontes: Record e Jogo
Foto: Arquivo Online

Davydenko e Djokovic ganham em Moscovo e Viena

Outubro 21, 2007

Francisco Reis

Dois dos melhores tenistas da actualidade voltaram a fazer crescer o prestígio e as contas bancárias. Refiro-me ao sérvio Novak Djokovic, que venceu em Viena, e ao russo Nikolay Davydenko que venceu na capital do seu país, Moscovo.

davydenko.jpg

Djokovic, actual terceiro classificado do ranking mundial e primeiro cabeça de série, conquistou o quinto título da época (um deles foi o Estoril Open) numa vitória sobre o suíço Stanislas Wawrinka. No Wiener Stadthalle, o sérvio venceu o primeiro set por 6-4 sendo que o segundo set foi bastante menos equilibrado, 6-0. Djokovic sucedeu a Ivan Ljubicic que havia ganho as duas edições anteriores do torneio. Para chegar à final, precisou de derrotar o norte-americano Robby Ginepri, o checo Tomas Zibo, o argentino Juan Ignacio Chela e o italiano Andreas Seppi. Já Wawrinka também não teve a tarefa facilitada já que defrontou e venceu o francês Marc Gicquel, o argentino David Nalbandian e os espanhóis Feliciano Lopez e Juan Carlos Ferrero.

djokovic.jpg

O russo Nikolay Davydenko conquistou a Kremlin Cup. Foi a terceira vez que sentiu o sabor da vitória nesta competição e esta edição teve um sabor especial já que, apesar de ocupar o 4º posto no ranking mundial, este foi o primeiro título da época. Davydenko, primeiro cabeça de série, derrotou o francês Tsonga Jo-Wilfried, o equatoriano Lapentti, o seu compatriota Igor Andreev e o sérvio Janko Tipsarevic antes de chegar à derradeira final contra francês Paul-Henri Mathieu. O russo Igor Kunitsyn, o compatriota Florent Serra e o alemão Michael Berrer foram as vítimas do gaulês. A final foi renhida e emocionante: depois de um esforçado 7-5 no primeiro set, foi necessário recorrer a um tie-break no segundo set. Terminou com um 11-9 favorável ao russo que venceu, então, com um parcial de 7-5 e 7-6 nos dois sets.

Fonte: A Bola

Portugal vence Cazaquistão duro de roer e fica mais perto do Europeu

Outubro 21, 2007

Miguel Pereira

Como se esperava, não foi fácil a tarefa portuguesa no Cazaquistão. Sem uma entrada forte, como aconteceu no Azerbeijão, os jogadores lusos, os mesmos que começaram o jogo de sábado, sentiram imensas dificuldades em penetrar no último reduto cazaque.

Essas dificuldades, que deixavam a equipa portuguesa cada vez mais ansiosa na procura do golo, prolongaram-se até os 60 minutos, altura em que as alterações efectuadas por Flávio Teixeira deram mais dinâmica ao estilo de jogo português.

est_global6.jpg

Nani e Makukula, que renderam Maniche e Hugo Almeida, respectivamente, vieram dar um outro brilho e mais acutilância ao ataque português. No entanto, apesar de as melhorias verificadas, o golo continuava a não surgir. Até que Ricardo Quaresma, que esteve, retirando esta situação, esteve claramente desinspirado, faz uma daquelas jogadas que só ele consegue fazer e oferece o golo a Makukula, que, na sua estreia só teve de cabecear para o fundo da baliza do guardião Gloria.

Estava feito o mais difícil. Era tempo de gerir a vantagem e Murtosa, que havia arriscado aquando da saída de Maniche, reagrupa o meio-campo com a entrada de João Moutinho para o lugar de Quaresma.

Houve tempo, no entanto, para dar a tranquilidade necessária a Selecção Nacional, quando Nani protagoniza a jogada mais bonita do encontro e oferece o golo ao capitão Ronaldo.

A vitória estava garantida, o que provocou uma descompressão nos jogadores, protagonizando o golo de honra da equipa cazaque na última badalada do jogo.

Novamente, os comandados que Luiz Felipe Scolari, que cumpriu o seu segundo jogo de castigo, não deslumbraram, mas conseguiram o mais importante, que era a vitória. As contas agora são bem simples para os dois jogos que ainda faltam: uma vitória e um empata bastam para garantir um passaporte para o Euro 2008.

Foto: Federação Portuguesa de Futebol

O risco que valeu petisco

Outubro 21, 2007

Miguel Pereira

Portugal arrancou a ferros uma vitória no Montenegro que teve tanto de merecida como de sofrível. Depois de estar a perder ao intervalo, Rui Caçador arriscou tudo e acabou por sair vencedor.

Durante a primeira parte, os jogadores portugueses voltaram a mostrar períodos de extrema desconcentração e desnorte, como o lance que deu o golo de Selecção do Montenegro, em que João Moreira acaba por ter infelicidade de introduzir a bola na própria baliza.

est_global5.jpg

Para o segundo tempo, o Seleccionador Nacional não se pôs com meias medidas, colocando em campo Targino, Hélder Barbosa e Cícero. Com essas alterações, a linha atacante foi mais acutilante, com Pelé e Targino a acabar por virar o jogo a favor da equipa nacional.

Podemos dizer que Rui Caçador arriscou e petiscou, acontecendo aquilo que não acontecera no jogo anterior na Bulgária. Com este resultado, Portugal ocupa o segundo lugar do grupo, com nove pontos, logo atrás da Inglaterra, próximo adversário dos pupilos de Caçador.

Para o próximo jogo, os jogadores portugueses precisaram de ser mais objectivo. Provavelmente, Manuel Fernandes, Manuel da Costa e Ricardo Vaz Tê, já estarão disponíveis para ultrapassar o obstáculo Inglês.

Foto: Federação Portuguesa de Futebol

Ovarense volta a conquistar Supertaça

Outubro 21, 2007

porto-ovarense.jpg

Francisco Reis

A Ovarense parece imparável neste início de época. Depois da conquista do Torneio dos Campeões, facto que O Online também noticiou, os vareiros venceram a 23ª Supertaça, 7ª do seu historial.

A superioridade em relação ao FCPorto foi sempre evidente e nunca se chegou a pensar que os dragões pudessem vencer a partida – a Ovarense esteve praticamente todo o encontro na liderança do marcador.

Na Póvoa do Varzim, perante uns escassos 750 espectadores, a formação orientada por Luís Magalhães beneficiou da sua experiência, do maior entrosamento entre os seus jogadores e de uma notória superioridade qualitativa.

O resultado final fixou-se nos 66-56 e nem a excelente exibição do novo americano do Porto, Toree Morris, valeu aos azuis e brancos. Ben Reed esteve imparável e Nuno Manarte, Miguel Miranda, Gregory Stempin e Élvis Évora acompanharam-no com boas prestações no terreno de jogo.

Deste modo, a Ovarense igualou o Benfica em número de Supertaças ganhas – sete. No confronto directo com o Porto passam agora a liderar por 4-3.

Fontes: Record/ Jornal de Notícias
Foto: Site Oficial do FC Porto

Proliga: 1ªjornada

Outubro 21, 2007

proliga.png

Francisco Reis

Começou a 5ª edição do Campeonato da Proliga, competição organizada pela Federação Portuguesa de Basquetebol. Depois de quatro edições – três delas conquistadas pelo Sampaense, a última pelo Vitória de Guimarães –, esta é a que vai, certamente, ter mais atenção mediática.

O Benfica, o Queluz e o Seixal, três históricos da modalidade no país, são os grandes responsáveis por isso. Os dois primeiros saíram da Liga Profissional – da responsabilidade da Liga de Clubes de Basquetebol –, o terceiro ascendeu depois de ter passado os últimos anos nos CNB2 e CNB1.

Espera-se que a competição seja um sucesso e a primeira jornada trouxe consigo alguma água na boca e a perspectiva de uma excelente competição. Sem dúvida que a equipa do Benfica é a grande favorita à conquista do título mas há conjuntos que não podem ser menosprezados pelo seu valor: Queluz, Vitória de Guimarães e Sampaense são os três grandes opositores, aos quais se podem acrescentar Illibabum e Física.

Na primeira jornada, destaque para as vitórias de Benfica, Seixal, Angra Basket, Física, Atlético, Vitória de Guimarães e Sampaense.

O Benfica derrotou o Galitos por 86-79. A equipa aveirense não conseguiu superiorizar-se aos ex-profissionais da Luz.

O Seixal não teve grandes dificuldades em bater um dos “elos mais fracos” da Proliga, o Vila Pouca de Aguiar, por 81-50.

O Angra Basket, a mais forte equipa açoriana depois do Lusitânia, sofreu mas venceu o Illiabum por 76-73.

O Física entrou com o pé direito no campeonato ao derrotar uma das mais poderosas formações, o Queluz, por 74-69.

O Maia Basket não se conseguiu superiorizar ao Atlético, tendo sido, a par do Esgueira, a única equipa a perder em casa: 76-81 foi o resultado.

O Esgueira também perdeu, como já referido, em casa, com os actuais detentores do troféu, o Guimarães, por 67-79.

Para finalizar, destaque para o grande jogo entre o Sampaense e o Sangalhos, vencido pela formação de São Paio de Gramaços por 80-73. O Sangalhos esteve na frente durante grande parte do jogo e os americanos de ambas as formações foram preponderantes mas a Mancha Amarela e restante público foi essencial na primeira conquista do Sampaense esta época.

Fonte. Record
Foto: Federação Portuguesa de Basquetebol